sexta-feira, março 06, 2009

Conversa entre 2 bebês

sexta-feira, março 06, 2009 · Por Vivi ·
Marcadores:


- E aí, véio?

- Beleza, cara?

- Ah, mais ou menos. Ando meio chateado com algumas coisas.

- Quer conversar sobre isso?

- É a minha mãe. Sei lá, ela anda falando umas coisas estranhas, me botando um terror, sabe?

- Como assim?

- Por exemplo: há alguns dias, antes de dormir, ela veio com um papo doido aí. Mandou eu dormir logo senão uma tal de Cuca ia vir me pegar. Mas eu nem sei quem é essa Cuca, pô. O que eu fiz pra essa mina querer me pegar? Você me conhece desde que eu nasci, já me viu mexer com alguém?

- Nunca.

- Pois é. Mas o pior veio depois.. O papo doido continuou. Minha mãe disse que quando a tal da Cuca viesse, eu ia estar sozinho, porque meu pai tinha ido pra roça e minha mãe passear. Mas tipo, o que meu pai foi fazer na roça? E mais: como minha mãe foi passear se eu tava vendo ela ali na minha frente? Será que eu sou adotado, cara?

- Sabe a sua vizinha ali da casa amarela? Minha mãe diz que ela tem uma hortinha no fundo do quintal. Planta vários legumes. Será que sua mãe não quis dizer que seu pai deu um pulo por lá?

- Hmmmm. pode ser. Mas o que será que ele foi fazer lá? VIXE! Será que meu pai tem um caso com a vizinha?

- Como assim, véio?

- Pô, ela deixou bem claro que a minha mãe tinha ido passear. Então ela não é minha mãe.. Se meu pai foi na casa da vizinha, vai ver eles dois tão de caso. Ele passou lá, pegou ela e os dois foram passear. É isso, cara. Eu sou filho da vizinha. Só pode!

- Calma, maninho. Você tá nervoso e não pode tirar conclusões precipitadas.

- Sei lá. Por um lado pode até ser melhor assim, viu? Fiquei sabendo de umas coisas estranhas sobre a minha mãe.

- Tipo o quê?

- Ela me contou um dia desses que pegou um pau e atirou em um gato. Assim, do nada. Puta maldade, meu! Vê se isso é coisa que se faça com o bichano!

- Caramba! Mas por que ela fez isso?

- Pra matar o gato. Pura maldade mesmo. Mas parece que o gato não morreu.

- Ainda bem. Pô, sua mãe é perturbada, cara.

- E sabe a Francisca ali da esquina?

- A Dona Chica? Sei sim.

- Parece que ela tava junto na hora e não fez nada. Só ficou lá, paradona, admirada vendo o gato berrar de dor.

- Putz grila. Esses adultos às vezes fazem cada coisa que não dá pra entender.

- Pois é. Vai ver é até melhor ela não ser minha mãe, né? Ela me contou isso de boa, cantando, sabe? Como se estivesse feliz por ter feito essa selvageria.. Um absurdo. E eu percebo também que ela não gosta muito de mim. Esses dias ela ficou tentando me assustar, fazendo um monte de careta. Eu não achei legal, né.. Aí ela começou a falar que ia chamar um boi com cara preta pra me levar embora.

- Nossa, véio. Com certeza ela não é sua mãe. Nunca que uma mãe ia fazer isso com o filho.

- Mas é ruim saber que o casamento deles é essa zona, né? Que meu pai sai com a vizinha e tal. Apesar que eu acho que ele também leva uns chifres, sabe? Um dia ela me contou que lá no bosque do final da rua mora um cara, que eu imagino que deva ser muito bonitão, porque ela chama ele de 'Anjo'.. E ela disse que o tal do Anjo roubou o coração dela. Ela até falou um dia que se fosse a dona da rua, mandava colocar ladrilho em tudo, só pra ele pode passar desfilando e tal.

- Nossa, que casamento bagunçado esse. Era melhor separar logo.

- É. só sei que tô cansado desses papos doidos dela, sabe? Às vezes ela fala algumas coisas sem sentido nenhum. Ontem mesmo veio me falar que a vizinha cria perereca em gaiola, cara. Vê se pode? Só tem louco nessa rua.

- Ixi, cara. Mas a vizinha não é sua mãe?

- Putz, é mesmo! Tô ferrado de qualquer jeito.

10 comentários:

Atreyu disse...
6 de março de 2009 08:04

Hilário!!!
Nunca vi sentido nessas músicas cantadas para as crianças, são meio terroristas elas ...rsrsrs...
Agora eu adorei o linguajar deles! KKKKKKKK!

Daniel Designer disse...
6 de março de 2009 09:48

Cara, vou parar de cantar nana nenê pro meu filho...
Vai saber o que ele está pensando... hahahahahhahh
Boa distração

Thaís Garcia disse...
6 de março de 2009 13:03

Eu já assisti a um monólogo que falava exatamente sobre isso! É um absurdo essas músicas! Gostei muito do diálogo das crianças, foi envolvente!

Marina Melow disse...
6 de março de 2009 13:58

Meu Deus, o que esses pais estão fazendo ao seus filhos e nem sabem.

Muito engraçado!!!

Raul Rais disse...
6 de março de 2009 16:26

Eu vi uma vez um vídeo de Stand-up comedy do Rafinha Bastos, que se chama "nana-nene", ele fala mais ou menos a mesma coisa que fala o texto, para que quiser ver o vídeo segue o link: http://www.youtube.com/watch?v=XvTQyuHvHHk

Vale a pena conferir esse e outros vídeos dele, são muito bons!!!

Daniel Savio disse...
6 de março de 2009 19:33

O melhor foi a parte do bebê falando com gírias...

Fiquem com Deus, galera.
Um abraço.

soublogueiro disse...
7 de março de 2009 06:22

hauuauua
q idéia essa da cuca pegar o nenê...
tadinho

Laguardia disse...
7 de março de 2009 06:54

Amigos.
Não sou jornalista nem escrevo bem.
Sou aposentado, recebendo do INSS e tendo o IR descontado na fonte. Não recebo as benesses de nosso apedeuta mor que tem pensão do INSS acima do máximo, isento de Imposto de Renda por se achar perseguido político, ou melhor, por se anistiado político.
Luto com as armas que tenho que é um blog, como forma de desabafar ao ver tanta roubalheira, falta de ética, falta de honestidade e principalmente falta de vergonha na cara desta quadrilha que tomou de assalto o Palácio do Planalto.
Quero convidar os amigos a participarem da minha forma de protesto, o blog Brasil – Liberdade e Democracia - http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/.
Se não levantarmos nossas vozes em protesto o que será deste país para nossos filhos e netos?
Agora é a hora de lutarmos por uma pátria livre democrática, e sobre todo com governantes honestos e éticos.

Leh disse...
7 de março de 2009 13:23

Adorei o blog de vocês!
bjus

Rodrigo Carvalho disse...
7 de março de 2009 17:32

Muito hilária a postagem!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

Parabéns!

MOMENTO FÉRTIL

FERTILIZANTES

SOBRE ESTE BLOG

Este blog é uma idéia de união entre blogueiros, sem fins lucrativos. Nosso objetivo é dividir idéias, pensamentos, experiências, notícias, humor e muito mais.

Os textos postados aqui são de autoria própria dos autores, ou retirados da internet com a sua devida fonte.

MENTES FÉRTEIS




Raul Rais, 19 anos
Mora em Rio Claro - SP.
Escreve também no blog RAUL RAIS
E-mail: r.d.rais@hotmail.com



Jonas Alves, 18 anos
Mora em São Paulo - SP.
Escreve também no blog
CONTEMPORÂNEO E INDISCRETO
E-mail: jonasvendason@hotmail.com


Larissa, 15 anos - namora
Mora em Iturama - MG.
Escreve também no blog SENSASOM
E-mail: larissaehedieyglisson@hotmail.com


Atreyu, 17 anos- Solteiro
Mora em Maceió – AL
Escreve também no blog
DETESTO ESTUDAR
E-mail: diogoatreyuu@hotmail.com


Zeus
Mora em Floriánopolis - SC
Escreve também no: Bilizeusblogspot E-mail para contato: bilizeus@yahoo.com.br Msn: soamigosvips@gmail.com